JavaScript Slideshow

segunda-feira, 14 de abril de 2014

ÚLTIMA SEMANA DO SENHOR JESUS CRISTO

A ÚLTIMA SEMANA DE JESUS


A última semana de Jesus em Jerusalém foi muito tumultuada. 
Naquele tempo, o dia seguinte  começava ao por do sol, por volta das 18Hs, e ainda hoje algumas religiões leva isso em voga. 
Vejamos em poucas palavras o que aconteceu com Jesus durante os últimos dias em Jerusalém até ressuscitar dentre os mortos.

DOMINGO

Era domingo quando Jesus entrara triunfante na cidade de Jerusalém montado num jumentinho. Ao entrar, toda a cidade se alvoroçou, então, alguns perguntaram: Quem é este? Alguém respondeu: "Este é Jesus, o Profeta de Nazaré da Galiléia". Aliás, o profeta Zacarias (há 520 a.C.) já profetizara que Ele iria entrar montado num burrinho: “Alegra-te muito, ó filha de Sião; exulta, ó filha de Jerusalém; eis que o teu Rei virá a ti, justo e Salvador, pobre e montado sobre um jumento, sobre um asninho, filho de jumenta” (Zc 9.9 ver Mt 21.4,5). Durante esse episódio, as multidões, tanto as que iam adiante como as que o seguiam, diziam: “Hosana ao Filho de Davi! Bendito o que vem em nome do Senhor! Hosana nas alturas”! (Mt 21.9). Ao entrar em Jerusalém os fariseus O desprezaram e disseram: “... vedes que nada aproveitais? Eis o mundo inteiro vai após Ele” (Jo 12.19). A expressão “o mundo” significa “a ralé, a gentinha, os zés ninguém”, mas, Jesus nem ligou, só observou tudo ao redor, e como já era perto do anoitecer, saiu para Betânia com os doze (Mc 10.11). Esse foi o último domingo de Jesus.

SEGUNDA-FEIRA
Ao amanhecer da segunda-feira, tonou a Jerusalém, quando caminhava em sua direção encontrou uma figueira, e desejou se alimentar dos seus frutos, pois estava com fome, mas, só encontrou folhas, então disse: “Nunca mais coma alguém fruto de ti” (Mc 11.14), e prosseguiu rumo a Jerusalém. Ao entrar no templo, purifica-o da iniquidade pela segunda vez. A primeira vez foi no início do seu ministério (Jo 2.13-22; Mt 21.12,13). Nesses dois episódios, o SENHOR ficou indignado com aqueles que praticavam o comércio dentro da casa de oração. Terminado o dia, sendo já tarde, saiu da cidade e passou a noite no monte.

TERÇA-FEIRA
Voltando pelo mesmo caminho a Jerusalém, seus discípulos viram que a figueira se tinha secado desde as raízes e se espantaram, mas, Jesus lhes disse: “Tende fé em Deus; Porque em verdade vos digo que qualquer que disser a este monte: Ergue-te e lança-te no mar, e não duvidar em seu coração, mas crer que se fará aquilo que diz, tudo o que disser lhe será feito. Por isso vos digo que todas as coisas que pedirdes, orando, crede em receber, tê-las-eis. E, quando estiverdes orando, perdoai, se tendes alguma coisa contra alguém, para que vosso Pai, que está nos céus, vos perdoe as vossas ofensas. Mas, se vós não perdoardes, também vosso Pai, que está nos céus, vos não perdoará as vossas ofensas” (Mc 11.22-26). Entrando no templo, os principais sacerdotes, os escribas e os anciãos se aproximaram dEle e perguntaram com que autoridade fazia essas coisas. Em outra passagem vemos os tais dizerem que só creriam nEle, se o mesmo realizasse algum milagre. A mensagem de João Batista (precursor de Jesus) aos fariseus da sua época vale para os de hoje: “Raça de víboras, quem vos ensinou a fugir da ira futura”? (Mt 3.7). Esse foi um dia de grandes ensinamentos, Jesus calou a boca dos algozes e ninguém ousava perguntar-Lhes mais nada, então Ele começou a censurar-lhes. São três capítulos (Mt 23-25) de grandes discursos e termina dizendo: “Irão estes (escribas e fariseus) para o tormento eterno, mas os justos, para a vida eterna” (Mt 25.46). Antes de terminar a terça-feira, Jesus disse aos seus discípulos: “Bem sabeis que, daqui a dois dias, é a Páscoa”,... (Mt 26.1,2), ou seja, a Páscoa começava ao por do sol da quinta-feira que é o início da sexta-feira.

QUARTA-FEIRA
Esse foi o dia que Judas Iscariotes se dirigiu à "agência do diabo" e adquiriu seu passaporte para o inferno (Lc 22.4). Antes, ele desfrutava de comunhão íntima com Jesus, porém depois O abandonou e O traiu.
A traição a Jesus foi profetizada somente quanto à sua ocorrência, mas não quanto ao seu praticante. A pessoa especifica que trairia a Cristo não estava predestinada desde a eternidade. Poderia ter sido qualquer um dos apóstolos. O afastamento e o desvio de Judas para ficar com os inimigos de Jesus e a consequente tragédia que se seguiu, deve servir de advertência a todo seguidor de Cristo.

QUINTA-FEIRA
 Jesus celebra a última ceia (Mt 26.17-29). Pela manhã preparam tudo, e à tarde a ceia foi celebrada, conforme registra Marcos (14.16,17): “E, saindo os seus discípulos, foram à cidade, e acharam como lhes tinha dito, e prepararam a Pascoa. E, chegada à tarde, foi com os doze. E, quando estavam assentados a comer, disse Jesus: Em verdade vos digo que um de vós, que comigo come, há de trair-me”. A ceia ainda alcançou o dia seguinte, pois João (13.30) diz: “E, tendo Judas tomado o bocado, saiu logo. E era já noite”, ou seja, o início da sexta-feira. Foi no momento da ceia que o diabo se apossou de Judas (Jo 13.27) e o leva a estar com os tiranos. Logo em seguida, Jesus passa a confortar seus discípulos conforme João 14.1-16. Leia o capítulo 16 e veja quantas maravilhas Jesus promete. No versículo 33 Ele diz:“Tenho-vos dito isso, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo; eu venci o mundo”.

SEXTA-FEIRA
Antes de Jesus sair do cenáculo onde celebrou a ceia, cantou um hino, e, então, saiu com os onze ao monte das Oliveiras, e de lá foram ao lugar chamado Getsêmani, disse: “Assentai-vos aqui, enquanto vou além orar. E, levando consigo Pedro e os dois filhos de Zebedeu, começou a entristecer-se e a angustiar-se muito” (Mt 26.36,37; Jo 17). Jesus suava gotas de sangue intercedendo por todos nós. Enquanto falava com seus discípulos, “surgiu uma multidão; e um dos doze, que se chamava Judas, ia adiante dela e chegou-se a Jesus para beijá-lo. Disse-lhe Jesus: Judas, com um beijo trais o Filho do homem”? (Lc 22.47,48). Então levaram Jesus à prisão sendo torturado pelos soldados até ao amanhecer. Todos os discípulos O abandonaram (Mc 14.50). Antes do sol nascer foi humilhado, torturado e interrogado pelos sacerdotes, e pela manhã, entregaram-NO a Pilatos que mandou crucifica-lo. Ainda na sexta-feira antes das 18hs,
Ele foi sepultado no túmulo de José, senador da república (Lc 23.50), natural de Arimatéia. O corpo de Jesus esteve presente no túmulo os três dias: algumas horas da sexta-feira, sábado o dia todo e algumas horas do domingo quando ressuscitou pela madrugada.

SÁBADO
Jesus permanece no túmulo e é vigiado. Os guardas que vigiavam é uma grande prova de que ninguém tirou o corpo de Jesus de lá. Isso foi muito bom para provar que Jesus ressuscitou. Veja só a tramoia: "E no dia seguinte, que é o dia depois da Preparação, reuniram-se os principais dos sacerdotes e os fariseus em casa de Pilatos, dizendo: Senhor, lembramo-nos de que aquele enganador, vivendo ainda, disse: Depois de três dias ressuscitarei. Manda, pois, que o sepulcro seja guardado com segurança até ao terceiro dia, não se dê o caso que os seus discípulos vão de noite, e o furtem, e digam ao povo: Ressuscitou dentre os mortos; e assim o último erro será pior do que o primeiro. E disse-lhes Pilatos: Tendes a guarda; ide, guardai-o como entenderdes. E, indo eles, seguraram o sepulcro com a guarda, selando a pedra" (Mt 27.62-66).

DOMINGO
Jesus sai triunfante da sepultura: “E eis que houvera um grande terremoto, porque um anjo do Senhor, descendo do céu, chegou, removendo a pedra da porta, e sentou-se sobre ela. E o seu aspecto era como um relâmpago, e as suas vestes brancas como neve. E os guardas, com medo dele, ficaram muito assombrados, e como mortos. Mas o anjo respondendo, disse às mulheres: Não tenhais medo; pois eu sei que buscais a Jesus, que foi crucificado. Ele não está aqui, porque já ressuscitou, como havia dito. Vinde, vede o lugar onde o Senhor Jazia. Ide pois, imediatamente, e dizei aos seus discípulos que já ressuscitou dentre os mortos. E eis que Ele vai adiante de vós para a Galiléia; ali O vereis. Eis que eu vo-lo tenho dito. E, saindo elas pressurosamente do sepulcro, com temor e grande alegria, correram a anunciá-Lo aos seus discípulos (Mt 28.2-8). Se Jesus não tivesse ressuscitado, o mundo estaria pior, e punha as promessas da Bíblia por terra. Sua ressurreição nos garante a vitória sobre a morte, pois assim como venceu, venceremos também. Alelúia!!

Os que vigiavam o túmulo voltaram aos príncipes dos sacerdotes e relataram tudo o que havia acontecido: “Eis que alguns da guarda, chegando à cidade, anunciaram aos príncipes dos sacerdotes todas as coisas que haviam acontecido. "E, congregados eles com os anciãos, e tomando conselho entre si, deram muito dinheiro aos soldados, dizendo: Dizei: Vieram de noite os seus discípulos e, dormindo nós, o furtaram, E, se isto chegar a ser ouvido pelo presidente, nós o persuadiremos, e vos poremos em segurança. E eles, recebendo o dinheiro, fizeram como estavam instruídos. E foi divulgado este dito entre os judeus, até ao dia de hoje" (Mt 28.11-15).
RESPONDA:

Caro leitor, como está a sua vida? Só tem folhas? Onde estão os frutos? Se há algum fruto, será que eles são bons ou ruins?
Até hoje a prática comercial nos templos continua sem freio em busca do dinheiro e das glórias pessoais. Outro dia ouvi alguém perguntar a um pr. Fulano dos Anzóis: e aí, o seminário na sua igreja rendeu bem? Isso já é moda. Queres ser aprovado? Dê de graça o que de graça recebestes. Há muitos que só pregam ou cantam por dinheiro, outros só almejam posição no intuito de usufruir da “gordura” e da “lã” das “ovelhas”, não sabem eles que já receberam o seu galardão. A ganância pelo dinheiro ou o desejo de possuir as coisas desse mundo em primeiro lugar, foi o mal de muita gente: Judas; Balaão; dos irmãos de José; do rei Acabe, quando desejou a vinha de Nabote; Amã, querendo posição; Adão, querendo ser igual a Deus; do mancebo rico que saiu triste. Tiago diz que quem quer ser amigo do mundo, constitui-se inimigo de Deus (Tg 4.4). O diabo é o grande inimigo de Deus, logo, quem se torna amigo do mundo tem parte com ele. Você sabe quantos Balaões e Judas surgiram até hoje? Não? Eu também não. Imagino que daria um livro mais volumoso que a Bíblia.

Miss. Clésio



Feliz Páscoa

Igreja Cristã Evangélica de Batalha

terça-feira, 1 de abril de 2014

DIA DA ESPOSA DO PASTOR DA AICEB - 30 DE MARÇO

A Igreja Cristã Evangélica de Batalha (PI)  comemorou festivamente o dia 30 de Março, que na AICEB (Aliança das Igrejas Cristãs Evangélicas do Brasil,) é dedicado à esposa do pastor.  Lenir, minha esposa  foi homenageada com uma linda surpresa numa programação especial.
No dia 01 de Fevereiro completamos 39 anos de matrimônio.
Casamos em Parintins, Amazonas, ela, filha de uma família tradicional da igreja,  que dirigi por 10 anos sendo eu um dos pastores mais jovens de denominação quando  a assumi. Foi naquele abençoado lugar que conheci a jovem  que dois anos depois veio a se tornar a minha esposa.  Ela tem sido durante todo esse tempo u'a  mulher sábia, nas palavras do Provérbio 31.  Agradeço a Deus pela sua vida de inteira dedicação ao lar, ao esposo e à obra que Deus tem confiado às nossas mãos.
Esteve conosco naquela noite o casal Luis Carlos e Andreia Carvalho que são membros ativos do nosso campo missionário de Esperantina. Ele pregou e ela louvor ao Senhor, com o talento que Deus os tem capacitado.
A dirigente do culto, Rosilene Machado,  diretora de eventos da igreja declarou: "Estamos prestamos uma homenagem sincera, não à pastora,  à missionária da igreja.  Estamos prestando esta homenagem à esposa do pastor."
Cada gesto da igreja nos faz entender que estamos dentro da vontade de Deus.

segunda-feira, 17 de março de 2014

Vídeo da Irmã Maria Lustosa - Assista

COMPARTILHAREMOS COM VOCÊ O VÍDEO DA HISTÓRIA DE VIDA DA IRMÃ IRMÃ MARIA LUSTOSA APRESENTADO NA IGREJA NA OCASIÃO DA SUA HOMENAGEM


MARIA LUSTOSA RECEBE HOMENAGEM


A Irmã Maria Pereira Lustosa foi homenageada ontem à noite (16 de março) pela Igreja Cristã Evangélica de Batalha, como um  das anciães da igreja, pela sua longa história de lutas conquista e fidelidade a Deus.
Mesmo com tempo chuvoso, a igreja reuniu bom número de fiéis que chegaram para participar do momento festivo. A irmã Clésia, nora da homenageada, dirigiu a programação. Ela destacou que a
"Irmã Maria Lustosa, é mãe exemplar que criou todos os seus filhos no trabalho árduo,  ensinando–os  a valorizar  o trabalho como instrumento de conquista para chegarem aos seus objetivos.
Depois de trabalhar muitos anos no interior  ajudando o seu esposo, veio toda a família para a cidade em 1975 onde fixaram residência até hoje.   Aposentada,  vive  com a sua filha Remédios, companheira que Deus lhe permitiu ter na sua velhice, sempre sob os cuidados dos seus filhos e noras netos, no aconchego do seu lar.
Logo chegando em Batalha, começou a assistir os cultos, já que o seu filho mais velho  Agenor já era um cristão convertido. Aceitando a Cristo, Irmã Maria foi batizada em Piracuruca na festa anual do aniversário da igreja em 1077.   Foi batizada pelo missionário Wesley.  Alguns dos seus filhos também abraçaram a fé a exemplo de Luís seu filho caçula, que muitas vezes dormia no seu colo aqui na igreja, por ser ainda tão pequeno" disse a dirigente.
"Se nem  todos os filhos fizeram o mesmo, não tem sido por negligência dela nem mal exemplo.
Como diaconisa eleita pela igreja, a irmã  Maria  tem exercido este cargo há muitos anos, recebendo o hoje o reconhecimento da igreja através desta manifestação de carinho e amor", completou.

O vídeo com fotos da sua história de vida foi apresentado com momentos de lágrimas e risos tanto por ela como por seus filhos e netos que ficaram à sua volta.
O filho caçula Luís Lustosa lembrou que passaram muitos momentos difíceis, mas venceram todos os obstáculos por ser ela uma mulher de fé e determinação. Sua neta Noeme declarou seu amor lembrando como a Iaiá (como carinhosamente é chamada pelos netos) sempre foi amável quando eram crianças.

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

PASTOR DIRCEU COMEMORA 8 ANOS DE BATALHA

Pastores PASTANA, DIRCEU E MACEDO

Para um Culto em Ação de Graças  o pastor presidente da Assembléia de Deus de Batalha, PI. (160 Kms de Teresina),  Pr. Dirceu Macedo reuniu ontem a noite (24),  a Igreja para um grande ato de louvor a Deus pelos seus oito anos de atividades como pastor presidente do campo.
Através de um vídeo Dirceu mostrou o desafio a que se propôs:  mudar  o quadro em que encontrou o campo. 

Logo deu início à demolição da antiga casa pastoral construindo outra com melhor estrutura e desligando-a  da parede lateral do templo.  Começou a visitar os pontos de pregação e congregações  criando outras  na zona rural, restabelecendo assim a confiança e auto estima do povo.  Construiu 8 templos na interior e fez 3 reformas. Adentrou em algumas localidades até então não alcançadas. 

Com dois missionários mantidos pela igreja e 25 auxiliares distribuídos pelos campos e congregações, o jovem pastor está com um grande projeto  para alcançar os bairros da sede e interiores do município: Adquirir  uma aparelhagem de som possante (paredão)  e um carro para transportá-lo.   "O nosso alvo é até junho estarmos com  com este projeto concluído", afirma Pr. Dirceu.

O grande sucesso que o distingue como pastor empreendedor, é o templo sede construído em sua gestão em tão pouco tempo. Demolido o antigo, foi construído outro maior e moderno com nova fachada, piso forro, bancadas púlpito e aparelhagem de som ambiente.  

Muitos obreiros e pastores presentes se congratularam com o mesmo destacando suas qualidades. "Meu filho, desde de menino, nunca me deu trabalho. Nunca o repreendi por uma coisa errada, por mais de uma vez"  disse o militar aposentado MACEDO, seu pai  que também é pastor.  Segundo seu pai, Dirceu foi escolhido e moldado por Deus desde muito jovem para o ministério pastoral.  "Tenho muito orgulho de tê-lo na minha jurisdição, declarou o Pr. PASTANA, pastor presidente da Igreja de Esperantina e superintendente regional.

A Igreja Cristã Evangélica de Batalha, na pessoa do seu pastor, Lucimar Rocha, congratula-se com o PASTOR  DIRCEU  MACEDO,  dizendo: Aquele que começou boa obra entre vós há completá-la até  ao Dia de Cristo Jesus.